A A A
Centro de Interpretação da Escultura Românica

Centro de Interpretação da Escultura Românica

30-11-2018

As obras de adaptação do edifício do Centro de Interpretação da Escultura Românica (CIER) para acolher a museografia expositiva, em Abragão (Penafiel), iniciaram-se em novembro e deverão prolongar-se até ao final do mês de janeiro de 2019.

As obras citadas correspondem a um investimento de cerca de 153 mil euros, cofinanciado em 85% por fundos europeus (Programa Operacional Regional do Norte 2014/2020) e em 15% pelo Município de Penafiel, no âmbito da operação "Rota do Românico: Património, Cultura e Turismo" apresentada pela Associação de Municípios do Vale do Sousa.

Estão a decorrer, em paralelo, os trabalhos de conceção e desenvolvimento dos conteúdos museográficos destinados aos 300 metros quadrados do percurso expositivo do CIER. A instalação dos citados conteúdos, incluindo os equipamentos multimédia e o mobiliário, será efetuada após a finalização da empreitada em curso.

A inesperada descoberta arqueológica, em 2006, de cerca de 70 elementos pétreos com decoração românica, nas imediações da Igreja de São Pedro de Abragão, Penafiel, esteve na génese da criação do CIER, sob iniciativa da Rota do Românico.

A reconstituição parcial e hipotética do portal e da rosácea da fachada principal da citada Igreja, com base nos elementos pétreos referidos, afirma-se como o motivo impulsionador de todo o projeto museográfico deste centro de interpretação.

O CIER representa um investimento total (estudos, projetos, empreitadas, museografia…) de cerca de 1,1 milhões de euros, cofinanciado em 85% por fundos europeus, através dos Programas Operacionais Regionais do Norte 2007/2013 (ON.2 - O Novo Norte) e 2014/2020 (Norte 2020).
Anexos:
  • Centro de Interpretação da Escultura Românico_FOTO

     (jpg, 213 Kb)

    Download