A A A
Imagem da cerimónia de assinatura do contrato de financiamento.

PROVERE: contrato de financiamento

13-12-2011

A VALSOUSA - Associação de Municípios do Vale do Sousa e a autoridade de gestão do ON.2 – O Novo Norte firmaram um contrato de financiamento para a concretização do plano de dinamização cultural e turística da Rota do Românico.

A cerimónia de assinatura do contrato decorreu no passado dia 7 deste mês, na Torre de Vilar, em Lousada.

Para Alberto Santos, Presidente da VALSOUSA, este é mais um passo importante no percurso da Rota do Românico, que vem colmatar uma componente fundamental para a afirmação e consolidação do projeto: a da dinamização.

Uma opinião partilhada por Rosário Correia Machado, Diretora da Rota do Românico, que considera esta candidatura “uma oportunidade única que a Rota tem de se promover, de dinamizar o território”, mas também para investir no campo da “investigação, produção e disseminação de conhecimento”.

Num discurso entusiástico, Mário Rui Silva, da Comissão Diretiva do ON.2, não hesitou em considerar a Rota do Românico como “um exemplo paradigmático de como é que no turismo se faz inovação”, justificando assim as suas melhores expetativas em relação aos resultados deste investimento.

Melchior Moreira, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, frisou que, enquanto produto estratégico de touring cultural, a Rota do Românico já está verdadeiramente assumida nas preferências nacionais, mas o objetivo passa por “colocá-la, claramente, nas preferências internacionais em termos de visitação”.

O investimento será aplicado na concretização das seguintes ações:

Programa de Animação Turística e Cultural
Conceber um programa de eventos que se afirme no calendário regional e nacional, contribuindo para a promoção da marca “Rota do Românico”.

Plano de Promoção Externa
Aumentar a notoriedade e construir uma imagem positiva da Rota do Românico para que se torne reconhecida e se venha a integrar nos circuitos comerciais turísticos, a nível nacional e internacional.

Plano de Envolvimento da Comunidade Local
Criar um sentimento de pertença e envolvimento junto dos agentes e população local; fortalecer a identidade territorial e o sentimento de orgulho (Be Proud) na história e património do Tâmega e Sousa.

Centro de Estudos do Românico e do Território
Produzir e disseminar novos conhecimentos fulcrais para a compreensão do legado histórico e patrimonial do Tâmega e Sousa.

Programa de Desenvolvimento Turístico do Território do Tâmega e Sousa
Definir um modelo de desenvolvimento integrado, potenciar os recursos turísticos do Tâmega e Sousa e articular as políticas de investimento.

Reforço do Sistema de Sinalização Turística e Cultural
Reforçar e atualizar o sistema de sinalização viária.

O projeto de dinamização cultural e turística da Rota do Românico insere-se na Estratégia de Eficiência Coletiva (EEC) da Rota do Românico, aprovada no âmbito de uma candidatura ao PROVERE - Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos, um instrumento desenvolvido pelo Governo português e cofinanciado pelo ON.2 – O Novo Norte (Programa Operacional Regional do Norte 2007-2013), Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e União Europeia | Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A EEC da Rota do Românico contempla ainda mais três projetos, já em execução: Conservação e Requalificação do Património Cultural; Sistema de Monitorização e Certificação do Produto Turístico-Cultural “Rota do Românico”; e Salvaguarda e Valorização do Território e do Património Vernacular e Intangível.