Igreja de São Miguel de Entre-os-Rios - Rota do Românico
MARCAR VISITA

A Igreja de São Miguel de Entre-os-Rios situa-se num importante território do período da Reconquista Cristã, a “civitas de Anégia”.

A “Anégia” enquadra-se na reorganização político-militar conduzida pelo rei Alfonso III das Astúrias com o objetivo de criar condições de segurança para a fixação da população no vale do Douro, no século IX.

A primeira referência à Igreja de São Miguel remonta ao final do século XI, correspondendo o atual templo a uma reforma ocorrida no século XIV.

É um exemplar que combina soluções construtivas próprias do estilo românico com elementos do estilo gótico, nomeadamente a decoração vegetalista do arco cruzeiro e do portal norte.

Este portal recebeu uma decoração mais requintada do que o portal principal, apresentando uma arquivolta decorada com motivos em ponta de diamante e folhas talhadas a bisel, semelhante ao arco cruzeiro do interior da Igreja.

A capela principal, da Época Medieval, foi alongada e alteada no século XVIII, recebendo também, neste período, um retábulo barroco de estilo nacional ornamentado com emblemas Marianos.


Tipologia: Igreja

Classificação: Monumento Nacional – 1927

Percurso: Vale do Douro

Séc. XI – Edificação original (desaparecida);

Sécs. XIII ou XIV – Edificação da Igreja;

Séc. XVIII – Alongamento e alteamento da cabeceira e colocação do altar-mor;

Séc. XIX – Colocação dos retábulos laterais e púlpito;

Séc. XX – Colocação do lambril de azulejos;

1936 – Obras de conservação e restauro;

1964 – Obras de restauro levadas a cabo pelo pároco;

1980 – Limpeza da vegetação envolvente;

1981 – Reparação das coberturas e carpintarias;

1982 – Obras de conservação e reparações diversas;

1998 – Integração da Igreja de São Miguel de Entre-os-Rios na Rota do Românico do Vale do Sousa;

2003 – Obras de conservação das coberturas, paramentos e vãos exteriores;

2004 – Obras de conservação de pavimentos e paramentos interiores, e de tetos;

2005 – Obras de conservação geral das coberturas, paramentos e vão exteriores realizadas no âmbito do projeto Rota do Românico do Vale do Sousa.

Nossa Senhora da Eja – domingo seguinte a 29 de setembro

Por marcação

Domingo - 10h30

Monumento não acessível a visitantes com mobilidade reduzida.

+351 255 810 706

+351 918 116 488

visitasrr@valsousa.pt

Como chegar:

41,083289, -8,299081

Largo de S. Miguel, Entre-os-Rios, Eja, Penafiel, Porto

Se vem do Norte de Portugal através da A28 (Porto), da A3 (Porto), da A24 (Chaves/Viseu), da A7 (Póvoa de Varzim) ou da A11 (Esposende/Marco de Canaveses) siga na direção da A4 (Bragança/Matosinhos) e saia para Entre-os-Rios/Penafiel Sul. Vire à esquerda para Penafiel e depois siga para Entre-os-Rios. Na localidade de Eja, junto ao INATEL, vire à direita para "S. Miguel", seguindo a sinalização da Rota do Românico.

A partir do Porto opte pela A4 (Vila Real). Saia em Entre-os-Rios/Penafiel Sul, siga na direção de Penafiel e depois na Entre-os-Rios. Em Eja, junto ao INATEL, vire à direita para "S. Miguel".

Se vem do Centro ou Sul de Portugal pela A1 (Porto) ou pela A29 (V.N. Gaia) opte pela A41 CREP. Escolha depois a A4 (Vila Real), saia em Entre-os-Rios/Penafiel Sul e vire para Penafiel. Siga na direção de Entre-os-Rios. Em Eja, junto ao INATEL, vire à direita para "S. Miguel".

Se já se encontra na cidade de Penafiel, tome a direção de Entre-os-Rios/Castelo de Paiva, pelas estradas N15 e N106, até ao desvio para "S. Miguel", em Eja.á