Igreja de Santa Maria de Sobretâmega - Rota do Românico
MARCAR VISITA

Edificada na margem direita do Tâmega, à entrada da desaparecida ponte de Canaveses, a Igreja de Sobretâmega é de fundação posterior a 1320 e parece substituir um outro templo, cujo orago era São Pedro.

Deve ser entendida neste contexto e na sua íntima relação com a Igreja de São Nicolau de Canaveses, na outra margem, tão próxima e com estrutura muito semelhante.

Os seus portais atestam a cronologia tardia pela ausência de colunas e capitéis. No portal principal apenas as mísulas [pedras salientes de apoio] ornadas com pérolas evidenciam a permanência de um motivo românico com grande acolhimento nas bacias do Tâmega e Douro.

Este portal estaria resguardado por um alpendre [cobertura anexa] como revelam as mísulas subsistentes. O campanário ergue-se isolado a norte da cabeceira.

De modestas dimensões, sofreu alterações profundas na Época Moderna, nomeadamente ao nível do arranjo do arco triunfal com pilastras e almofadas do intradorso.

Caiado a branco, o interior acolhe, na capela-mor, um retábulo de talha dourada de estilo nacional.

De referir, ainda, a imagem em calcário dedicada à padroeira, que representa o culto mariano instituído neste templo desde o século XIV.


Tipologia: Igreja

Classificação: Imóvel de Interesse Público – 1971

Percurso: Vale do Tâmega

Século XII - Início da reconstrução da Ponte de Canaveses;

Século XIV (2.º quartel) - Só a partir de então foram edificadas as Igrejas de São Nicolau de Canaveses e de Santa Maria de Sobretâmega;

1355, agosto, 5 - Foi no burgo de Canaveses que se assentou a paz entre D. Afonso IV e D. Pedro I;

1656/57 - Substituição do retábulo-painel com imagem de Cristo do retábulo do arco cruzeiro;

1674 - Determina-se a reformulação da pintura do retábulo das Chagas;

1699 - Determina-se novamente a reforma do retábulo da Capela das Chagas, acompanhado de várias intervenções na própria capela;

1944 - Demolição da ponte reedificada no século XII e sua reconstrução um pouco a jusante;

1971, novembro, 22 - Classificação do conjunto formado pelas Igrejas de Santa Maria de Sobretâmega e São Nicolau como de Interesse Público;

Década de 1990 - Realização de diversas obras de conservação na Igreja de Sobretâmega sob a alçada da DGEMN;

2010 - Integração da Igreja de Santa Maria de Sobretâmega na Rota do Românico.

Santa Maria – 15 de agosto

Por marcação

Domingo - 8h00 (verão) ou 17h00 (inverno)

Monumento não acessível a visitantes com mobilidade reduzida.

visitasrr@valsousa.pt

+351 255 810 706

+351 918 116 488

Como chegar:

41,194588, -8,161603

Rua da Igreja, Sobretâmega, Marco de Canaveses, Porto

De Comboio
Linha do Douro (Comboios Urbanos Porto-Marco ou Comboios Regionais Porto-Régua/Pocinho), com saída na estação de Marco de Canaveses: Igreja de Sobretâmega a 3 km. Consulte aqui todos os horários e preços.

De Carro
Se vem do Norte de Portugal através da A28 (Porto), da A3 (Porto), da A24 (Chaves/Viseu), da A7 (Póvoa de Varzim) ou da A11 (Esposende/Marco de Canaveses) siga na direção da A4 (Bragança/Matosinhos). Saia para o Marco de Canaveses. Antes de cruzar o rio Tâmega encontrará a sinalização da Igreja de Sobretâmega.

A partir do Porto opte pela A4 (Vila Real). Saia para o Marco de Canaveses.

Se vem do Centro ou Sul de Portugal pela A1 (Porto) ou pela A29 (V.N. Gaia) opte pela A41 CREP (Vila Real). Escolha depois a A4 (Vila Real) e saia para o Marco de Canaveses.

Se já se encontra na cidade do Marco de Canaveses, tome a variante à estrada N211 e cruze o rio Tâmega para alcançar a Igreja de Sobretâmega.